Please select your home edition
Edition
T Clewring One Design

Rolex Ilhabela Sailing Week 2013 - Raias especiais e árbitros

by Event Media on 24 May 2013
Rolex Ilhabela Sailing Week http://www.risw.com.br/2013/
A Rolex Ilhabela Sailing Week 2013 terá um novo sistema para montagem das raias para as classes ORC,C30, S40, RGS (A, B, C e Cruiser), HPE e Star. O evento completa 40 anos nesta temporada e será disputado entre os dias 6 e 13 de julho, no Yacht Club de Ilhabela (YCI). Sempre atenta às novidades do setor, a Comissão de Regatas irá definir duas áreas especiais para garantir um resultado justo e disputas equilibradas na água. A logística da Comissão de Regatas precisa ser acertada para montar as raias em um evento com mais de 150 barcos.

Mais de 20 profissionais são destacados apenas para esse serviço, que inclui a colocação de boias, demarcação das distâncias, escolha da melhor área com mais ventos e segurança. 'Os escolhidos são altamente qualificados e acostumados com montagem de grandes eventos náuticos. A Rolex Ilhabela Sailing Week atingiu um patamar de nível internacional e é a competição mais aguardada da temporada da América Latina', diz Carlos Eduardo Souza e Silva, diretor de vela do YCI.

E por falar em raia, a primeira, que será instalada na área de baixio (parte rasa do Canal de São Sebastião), será exclusiva para os barcos das classes HPE e Star. A segunda fica para os veleiros maiores, como RGS, ORC, C30 e S40, que tem mais opções para escolha do local na água. 'Definir as raias em função do vento e tipo de barco é fundamental para o sucesso de uma regata. O resultado é justo separando os veleiros por suas características', lembra Cuca Sodré, coordenador da Comissão de Regatas.

A Rolex Ilhabela Sailing Week definiu também uma zona proibida para navegação, ou seja barcos, os barcos da ORC, RGS, C30 e S40 não poderão velejar na região do baixio no Canal de São Sebastião. 'A área proibitiva será demarcada com boias pequenas. A ideia é garantir a segurança das equipes'.

Na Regata de Alcatrazes por Boreste, a prova que abre a Rolex Ilhabela Sailing Week em 2013, além do apoio da Marinha do Brasil, o evento disponibilizará uma traineira de grande porte para socorrer eventuais quebras de barcos. A embarcação ficará ancorada na região da Ponta da Sela e será acionada pela organização caso necessário.

As regatas barla-sota (vai contra e volta a favor do vento) para Star e HPE terão aproximadamente 5 milhas náuticas (9,3 quilômetros). Para os barcos maiores, as provas terão até 9 milhas (16,7 quilômetros). 'Depende muito da velocidade do vento também, quanto mais forte estiver o vento, maior a raia. Nessa temporada teremos mais regatas de percurso', antecipa Cuca Sodré.

Em 2013, a Star entra no calendário como comemoração aos 40 anos da Rolex Ilhabela Sailing Week. Mais um desafio para a organização. 'A Star é a principal categoria olímpica do País, pois rendeu medalhas ao Brasil em Olimpíadas e Campeonatos Mundiais. Por isso, vamos fazer as regatas como o staristas estão acostumados, garantindo a qualidade técnica', finaliza Cuca Sodré.

Os árbitros também serão destaque da Rolex Ilhabela Sailing Week. Em cada raia será escalado um juiz principal com um grupo de especialistas com certificação internacional e nacional. Além disso, a competição terá novamente os umpires (árbitros que julgam os resultados imediatamente na água). Os profissionais ficam divididos nas duas raias.

Inscrições continuam abertas - Os velejadores de todo o País e as tripulações estrangeiras devem acessar o site www.risw.com.br e seguir o procedimento indicado para inscrição. Os participantes devem garantir presença de 1º de maio até 30 de junho. Terão 25% de desconto os veleiros que ficarem em seus clubes de origem, outros clubes com eles conveniados ou com amarras próprias ou alugadas. Neste caso, os valores serão: de 1º a 31 de maio - R$ 200,00 cada tripulante; de 1 a 15 de junho - R$ 240,00 e de 16 a 30 de junho - R$ 300,00.

Os valores das inscrições para os barcos que queiram ficar em poitas ou amarras do Yacht Club de Ilhabela são os seguintes: de 1 a 31 de maio, será de R$ 270,00 por tripulante. Entre 1 e 15 de junho, sobe para R$ 320,00 e de 16 a 30 de junho, passa para R$ 400,00. Vale lembrar que a quantidade de vagas nas dependências do clube é limitada. Além disso, a organização distribuirá as vagas conforme julgar adequado à natureza das embarcações inscritas.

O Yacht Club de Ilhabela poderá limitar a quantidade de embarcações inscritas visando segurança dos velejadores e seus convidados, tanto no mar como nas dependências do clube, tendo prioridade aquelas que primeiro formalizarem inscrição.

Depois de fazer a inscrição, cada atleta poderá visitar a página da Rolex Ilhabela Sailing Week e ver os avisos de regata, resultados das últimas temporadas, fotos e muito mais. Outra novidade é a Fan Page do Facebook, que pretende ser um ponto de encontro virtual da comunidade náutica envolvida no evento.

Fan page quer resgatar a história do evento - a 40ª edição da Rolex Ilhabela Sailing Week já colocou no ar o site oficial - www.risw.com.br - e também a Fan Page do Facebook. O objetivo da fan page é dar informações privilegiadas sobre o evento, colocar fotos dos barcos que fizeram a história dos 40 anos e também quer a ajuda da comunidade náutica para resgatar os primeiros anos da competição.

Quem tiver histórias saborosas, fotos antigas de barcos participantes ou mesmo resultados dos primeiros anos poderá mandar pela fan page ou pelo e-mail redacao@zdl.com.br.

Principal evento náutico esportivo da América Latina, a Rolex Ilhabela Sailing Week tem patrocínio titular da Rolex e patrocínios da Mitsubishi Motors e Bradesco Private. O evento tem apoio da Marinha do Brasil, Prefeitura Municipal de Ilhabela, Confederação Brasileira de Vela (CBVela), ABVO e das Classes ORC, HPE, C30, S40 e RGS, entre outros. A organização, sede e realização são do Yacht Club de Ilhabela Rolex Ilhabela Sailing Week website
Barz Optics - Melanin LensesNaiadInSunSport - NZ

Related Articles

America's Cup - Arbitration Panel Hearing over Kiwi Qualifier for July
ACEA CEO, Russell Coutts has confirmed that the Arbitration Panel will hold its first Hearing in July. In a yet to be published interview in Sail-World, America’s Cup Events Authority CEO, Russell Coutts has confirmed that the Arbitration Panel will hold its first Hearing in July. This is the first official indication that the three person Arbitration Panel had even been formed, however Sail-World’s sources indicated that it had been empanelled since last January, possibly earlier.
Posted on 27 May
Rio 2016 - The Qualification Games - Part 2
Yachting NZ's refusal to nominate in three classes won in the first round of 2016 Olympic Qualification is unprecedented Yachting New Zealand's refusal to nominate in three classes won in the first round of 2016 Olympic Qualification is without precedent. Subject to Appeal, the Kiwis have signaled that they will reject 30% of the positions gained in the ISAF World Sailing Championships in Santander in 2014.
Posted on 22 May
Gladwell's Line - World Sailing changes tack after IOC windshift
Over the past year, we've given the International Sailing Federation (now re-badged as World Sailing) a bit of stick Over the past year, we've given the International Sailing Federation (now re-badged as World Sailing) a bit of stick. Every blow well earned over issues such as the pollution at Rio, the Israeli exclusion abomination plus a few more. But now World Sailing is getting it right.
Posted on 21 May
Rio 2016 - The Qualification Games - Part 1
Antipodean selection shenanigans aside, the Qualification system for the Rio Olympics appears to be achieving its goals Antipodean selection shenanigans aside, the Qualification system for the Rio Olympics appears to be achieving goals set in the Olympic Commission report of 2010. Around 64 countries are expected to be represented in Rio de Janeiro in August. That is a slight increase on Qingdao and Weymouth, but more importantly a full regional qualification system is now in place
Posted on 19 May
Taming the beast-a conversation with Stuart Meurer of Parker Hannifin
While AC72 cats were fast, they difficult to control, so Oracle partnered with Parker Hannifin to innovate a better way. If you watched videos of the AC72s racing in the 34th America’s Cup (2013), you’re familiar with the mind-boggling speeds that are possible when wingsail-powered catamarans switch from displacement sailing to foiling mode. While foiling is fast, there’s no disguising the platform’s inherent instability. Now, Oracle Team USA has teamed up with Parker Hannifin to innovate a better way.
Posted on 18 May
From foiling Moths to Olympic starting lines-a Q&A with Bora Gulari
Bora Gulari’s is representing the USA at the Rio 2016 Olympics in the Nacra 17 class, along with teammate Louisa Chafee. Bora Gulari (USA) has made a strong name for himself within high-performance sailing circles, with wins at the 2009 and 2013 Moth Worlds. In between, he broke the 30-knort barrier and was the 2009 US SAILING Rolex Yachtsman of the Year. His latest challenge is representing the USA at the Rio 2016 Olympics in the Nacra 17 class as skipper, along with his teammate Louisa Chafee.
Posted on 12 May
Concern for Zika at Rio Olympics is now deadly serious
Alphabet soup is one description that has thus far not been used for either Guanabara Bay, Alphabet soup is one description that has thus far not been used for either Guanabara Bay, or the Rio Olympics. Many others have, and they were apt, but things have changed. So here now we have a situation where one man, Associate Professor Amir Attaran, who does have a more than decent string of letters after his name, is bringing nearly as many facts to bear as references at the article's end
Posted on 12 May
Zhik - The brand born of a notion, not its history
here is probably every reason that ocean rhymes with notion. Zhik’s tagline is officially marketed as Made For Water There is probably every reason that ocean rhymes with notion. Zhik’s tagline has been officially marketed as Made For Water, and this is precisely what the company has done for the last eight years before the succinct and apt strapline came from out of R&D and into mainstream visibility.
Posted on 8 May
Shape of next Volvo Ocean Race revealed at Southern Spars - Part 1
Southern Spars has been confirmed as the supplier of spars for the 2017-18 Volvo Ocean Race. In mid-April, Race Director, Jack Lloyd and Stopover Manager Richard Mason outlined the changes expected for the 40,000nm Race during a tour of Southern Spars 10,000sq metre specialist spar construction facility. A total of up to seven boats is expected to enter, but time is running out for the construction of any new boats.
Posted on 3 May
Sailing in the Olympics beyond 2016 - A double Olympic medalist's view
Bruce Kendall takes a look at what he believes Sailing needs to do to survive beyond the 2016 Olympics. Gold and Bronze medalist and multiple world boardsailing/windsurfer champion, Bruce Kendall takes a look at what he believes Sailing needs to do to survive beyond the 2016 Olympics. A key driver is the signalled intention by the International Olympic Committee to select a basket of events that will be contested.
Posted on 29 Apr