Volvo Ocean Race terá pit-stop de 24 horas na Holanda

Scheveningen, The Hague, Netherlands
A Volvo Ocean Race 2014-15 tem uma novidade no percurso. Os barcos serão obrigados a fazer um pit-stop de 24 horas no porto de Haia, na Holanda.

A parada técnica será no meio da perna entre Lorient, na França, e Gotemburgo, na Suécia, a última da Volta ao Mundo. Os fãs da vela holandeses comemoram em dobro a notícia, já que em outubro do ano passado, o barco Brunel foi confirmado para defender as cores da Holanda na regata.

Os barcos devem chegar ao porto de Haia no dia 19 de junho de 2015. A ordem de partida será a mesma da chegada, ou seja, o primeiro a cruzar a linha na Holanda saí na frente e os demais após completar 24 horas parados.

A ideia é aproximar o público local dos velejadores, que terão um intervalo de tempo curto, mas precioso, para as milhas finais da Volvo Ocean Race até Suécia.

Para o CEO da Volvo Ocean Race, Knut Frostad, o pit-stop será em um local ideal, pois há poucos lugares no mundo onde o apoio ao esporte náutico é intensificdo e um desses países é a Holanda. Essa paixão ganhou mais força após o anúncio da equipe holandesa Brunel, comandada por Bouwe Bekking, na regata. Algumas semanas mais tarde, a Schouten Global anunciou que iria patrocinador um barco do país em 2017-18.

'A Holanda é como a Nova Zelândia. A vela nesses dois países tem apoio do público, que conhece a modalidade e sua história. Com a Volvo Ocean Race não é diferente e nós queremos apoiar isso', disse Knut Frostad.

Os organizadores do evento ainda lembram da última parada da Volvo Ocean Race na Holanda.

'Em 2008-09 , os barcos passaram perto de Haia e tudo foi um sucesso. Desta vez vai ser ainda maior porque os veleiros vão realmente parar no porto. Oportunidade para conhecer de perto velejadores e os novos modelos de embarcações', contou o diretor operacional da regata, Tom Touber.

Karsten Klein, representante da área de esportes da prefeitura de Haia, concordou com Tom Touber. 'Estou muito orgulhoso por a Volvo Ocean Race ter escolhido a nossa cidade como o único pit-stop na edição 2014-15. Haia tem uma longa tradição de vela e modalidades náuticas. Não é apenas uma simples parada, mas um evento esportivo de nível internacional para toda a cidade e seus habitantes participarem'.

A população local, que se aproxima de 1 mihão de pessoas, poderá ver de perto a chegada e a partida dos barcos do porto ou dos molhes (quebra-mar) de Haia. A largada para Gotemburgo deverá ocorrer em 20 de junho de 2015. A cidade abriga muitas instituições internacionais, incluindo o famoso Tribunal Internacional de Justiça e também é a sede do governo e do parlamento holandês.

Haia é conhecida por ser um resort à beira-mar, que atrai milhares de visitantes de todo o mundo a cada ano e é o segundo destino mais visitado do país depois da capital Amsterdã. Além disso, os organizadores esperam que os holandeses, que moram perto da fronteira com a Alemanha, acompanhem a regata.

Haia e a Volvo Ocean Race planejam grandes eventos públicos, incluindo shows de música, festivais e muitas outras atrações, alguns com a presença da tripulação do Team Brunel e de seus rivais internacionais na prova.



Histórico da Holanda na regata

- A edição 2014-15 da Volvo Ocean Race terá pela segunda vez a Holanda como parada. Em 2005-06, Roterdã foi uma das cidades-sede. Na edição de 2008-09, a costa holandesa serviu de waypoints ou pontos obrigatórios de passagem no caminho entre Galway e Marstrand.

- Bouwe Bekking foi o último comandante holandês na regata comandando o Telefónica Blue, em 2008-09. A edição de 2014-15 será a sua sétima participação.

- O barco holandês ABN AMRO ONE, liderado pelo neozelandês Mike Sanderson, venceu a edição 2005-06. Foi o terceiro triunfo do País na Volta ao Mundo.

- Cornelis (Conny) van Rietschoten foi comandante e vencedor das edições 1977-78 e 1981-82 da Whitbread a bordo do Flyer and Flyer II. Ele é o único skipper a vencer a regata duas vezes.

- Hans Bouscholte e Roy Heiner foram os últimos skippers do país comandando um barco local na regata.

- A última campanha de um barco holandês foi com o Delta Lloyd em 2008-09.

- O primeiro velejador holandês na regata foi Tjerk M. Romke de Vries. Ele velejou no Sayula II, vencedor da primeira edição da regata em 1973-74.

Volvo Ocean Race
http://www.sail-world.com/118828